Batismo Nova Esperança

No capítulo 16 do evangelho de Marcos, Jesus confronta os onze discípulos que se reuniam, amedrontados, após a morte e sepultamento do mestre. Cristo lançou-lhes em rosto sua incredulidade e dureza de coração, pois não haviam crido naqueles que o já tinham visto ressuscitado. Ainda assim, Jesus deu-lhes uma das mais importantes missões: que fossem pelo mundo a pregar o evangelho a todos. E faz um importantíssimo adendo. 

Discute-se, desnecessariamente, a condição de salvação, visto que o Senhor Jesus deixa claro, em seu adendo anteriormente citado, que “aquele que crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado” (Mc 16.16). Conclui-se, portanto, que a salvação vem pela fé, única e exclusiva no Filho de Deus. O batismo, por sua vez, é tão somente uma demonstração pública dessa fé, dessa certeza de salvação que já deve existir no coração daquele que opta por descer às águas batismais.

No dia 6 de Outubro de 2013, a igreja Nova Esperança teve o privilégio de testemunhar um especial momento de “confissões”.

Onze pessoas decidiram, publicamente, anunciar seu amor incondicional a Cristo.

Deixe uma resposta